Botafogo adia renovação de Bolívar e prioriza pagar salários

Compartilhe:

 Bolívar foi contratado pelo Botafogo no início do ano e precisou de pouco tempo para conquistar a confiança da torcida. O zagueiro foi titular desde o início e se firmou com gols e boas atuações. Mesmo sendo um dos líderes do elenco, o jogador poderá assinar um pré-contrato com outro clube a partir de julho, já que seu vínculo com o Alvinegro termina em dezembro. A diretoria de General Severiano busca a renovação, mas não o fará antes do pagamento de salários atrasados, sua prioridade.

Bolívar é visto pelo Botafogo como jogador fundamental e nem sequer pensa na possibilidade de perdê-lo para um outro clube. Mesmo com o zagueiro tendo a possibilidade de assinar um pré-contrato a partir de julho, o Alvinegro confia na boa relação com o jogador para permanecer com o atleta em 2014.

E a renovação só não saiu até o momento porque o Botafogo vive situação financeira delicada. Nesta quinta-feira, os jogadores alvinegros completarão dois meses de salário atrasado – carteira e direito de imagem, além de premiação. Assim, a diretoria tem como prioridade quitar essa dívida antes de fechar novas contratações ou renovações contratuais.

Segundo apuração do UOL Esporte, o empresário do jogador, Neco Cirne, pressiona o Botafogo e busca um contrato melhor para seu cliente. Bolívar saiu do Internacional sem muito prestígio e fechou com o Alvinegro por um valor considerado baixo por seu estafe – cerca de R$ 80 mil. Como o zagueiro se firmou no clube, o agente quer um aumento para o defensor, além de um contrato entre dois e três anos.

O Botafogo considera o aumento de salário justo e analisa a questão do tempo de contrato. Porém, a crise financeira vivida pelo Alvinegro não permite que o clube ofereça uma quantia muito superior à atual e terá que conversar com o empresário do atleta sobre a situação. Atualmente, o jogador tem salário inferior ao de Antônio Carlos, reserva da equipe.

Antes de fechar com o Botafogo, Bolívar tinha proposta do Cruzeiro, mas escolheu o Alvinegro por causa do projeto apresentado pela diretoria. Titular absoluto na conquista do Campeonato Carioca, o jogador se valorizou e recebeu proposta para defender o Grêmio, o que foi imediatamente descartado por causa da grande rivalidade com o Inter, seu ex-clube.

Fonte: UOL

Comentários