O Botafogo conta com o bom desempenho no Estádio Nilton Santos para deixar cada vez mais distante o perigo de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Atualmente, com 9% de risco de queda para a Série B, segundo o site Infobola, do matemático Tristão Garcia, o time ocupa o 12º lugar na tabela, com 35 pontos, quatro acima do Ceará, o primeiro time no Z-4.

Jogando em casa, o Alvinegro tem seis vitórias, sete empates e uma derrota (3 a 0 para o Atlético-MG), com aproveitamento de 59,5% dos pontos disputados. No entanto, em relação aos 35 que acumula no Brasileiro, esse índice é bem mais significativo: representa 71%.

Até o fim da competição, o Glorioso ainda fará cinco partidas como mandante. Além do Bahia, amanhã, às 16h, terá pela frente os compromissos diante de Corinthians, Flamengo, Internacional e Paraná. Ou seja, os comandados do técnico Zé Ricardo têm a possibilidade de salvar o clube sem nem sequer precisar mais pontuar longe do Rio.

Se mantiver a média alcançada até aqui no Nilton Santos, o time vai somar de oito a nove pontos, chegando a 43 ou 44. De acordo com Tristão Garcia, qualquer clube fica 100% livre da ameaça de rebaixamento à Segunda Divisão com 46.

No entanto, um levantamento do site ‘Globoesporte.com’, mostra que dez times já se salvaram com pontuação igual ou inferior a 44 nos últimos dez anos: Vitória (43) em 2017; Figueirense (43) e Coritiba (44) em 2015; Palmeiras (40) e Chapecoense (43) em 2014; Cruzeiro (43) em 2011; Atlético-GO (42), Avaí (43) e Flamengo (44) em 2010; e Náutico (44) em 2008.

Por outro lado, mesmo não sendo uma prática comum, dois clubes já foram rebaixados no Campeonato Brasileiro com um somatório de pontos maior ou igual a 44: Figueirense (44) em 2008 e Coritiba (45) na temporada seguinte.

Fonte: Site oficial do Botafogo