A polêmica envolvendo o atraso de envio das inscrições de 21 clubes da América do Sul, incluindo oito do Brasil, com a aplicação da multa, vai doer no bolso das agremiações brasileiras.

Nesta terça-feira (26), o Tribunal de Disciplina da Conmebol realizou a divulgação da aplicação de uma multa no valor de US$15 mil, cerca de R$ 56 mil a oito clubes brasileiros, são eles: São Paulo e Atlético-MG participantes da Libertadores, mais Bahia, Chapecoense, Santos, Fluminense, Botafogo e Corinthians pela Sul-Americana.

Os respectivos times foram penalizados financeiramente devido ao atraso no envio na lista de jogadores. A entidade desportiva descartou a possibilidade de viabilizar penas esportivas para os clubes participantes da Copa Libertadores e da Sul-Americana.

Segundo foi noticiado pelo Globoesporte.com, o atraso na documentação aconteceu por causa de uma falha de procedimento das associações nacionais de futebol.

Para realizar a inscrição de jogadores nas competições continentais, devem ser seguidos três tópicos:

1 – Colocar as listas de jogadores e comissão técnica no “Comet”, nomenclatura dada ao sistema usado pela Conmebol.

2 – As associações nacionais, no caso do Brasil, a CBF, devem entrar nesse sistema e confirmar as listas anteriormente inseridas pelos clubes.

3 – As listas devem ser impressas, assinadas pelo presidente ou secretário-geral da associação responsável e enviada para a Conmebol por e-mail.

Os prazos previstos no regulamento de cada competição para os trâmites é de 72 horas antes do início do torneio, no caso da Sul-Americana e igualmente de 72 horas antes do início de cada fase, no caso da Libertadores.

De acordo com a Conmebol, os tópicos de números um e três foram cumpridos, mas o dois não. Na semana passada, a CBF divulgou em uma nota que “cumpriu os prazos” e que está averiguando as causas dessa situação.

Além dos oito clubes brasileiros, também foram multados seis chilenos, mas a Associação Nacional de Futebol Profissional do Chile assumiu o pagamento da multa.

Fonte: FutNet e Globoesporte.com