Após um início sonolento no empate por 1 a 1 contra o Vasco, o Botafogo reagiu, chegou ao empate e teve oportunidades de sair do Nilton Santos com a vitória. O triunfo não veio e, apesar do discurso otimista após o clássico, o Bota já faz contas no Campeonato Carioca.

Como teve pontuação muito baixa na Taça Guanabara, o Alvinegro começa a ver sua vaga na semifinal um pouco mais distante pelo quesito da classificação geral, restando o título da Taça Rio como a outra alternativa possível para carimbar o lugar entre os quatro que disputarão o troféu. O quarteto final será composto pelos vencedores dos turnos e por aqueles outros que pontuarem mais.

Ao fim dos jogos disputados ontem, a equipe somou apenas o seu quinto ponto em toda a competição. Na classificação geral, a equipe está atrás de Vasco (já classificado pelo título da Taça Guanabara), Fluminense, Flamengo, Volta Redonda, Resende, Bangu e Boavista.

“Matematicamente não mudou muito, nosso objetivo é tentar vencer a Taça Rio. Acho que essa é nossa melhor oportunidade”, admitiu o técnico Zé Ricardo.

Apesar da situação mais complicado na competição, o momento é de alta em General Severiano. Depois das vitórias sobre Defensa y Justicia, a equipe viu a confiança subir com a classificação na Copa Sul-Americana.

“Temos muito a crescer ainda. Ficamos pressionados pelo início ruim. Eram sete, oito jogadores que não estavam no ano passado. A nossa responsabilidade é enorme, ainda bem que nos classificamos. Isso nos faz ter mais confiança”, completou ele.

O Bota dá uma pausa na competição doméstica e volta as suas atenções para a Copa do Brasil. Na quarta-feira, a equipe recebe o Cuiabá. O jogo é encarado como de extrema importância, visto que o torneio está no topo das prioridades do clube para a temporada.

Fonte: UOL