O Botafogo se moveu no mercado da bola 2020 e contratou o lateral esquerdo Guilherme Santos. A verdade, no entanto, é que o Botafogo não tem a menor pressa para fechar o elenco. A prioridade na próxima temporada será realizar a transição para clube-empresa e, portanto, poucos reforços chegarão até a entrada dos investidores. O clube mostra pouco interesse no Campeonato Carioca e disputará a competições apenas com garotos.

Loja do FogãoNET por Estilo Piti | O Site oficial do torcedor do Botafogo

Isso tem explicação. O Botafogo já avisou que não vai renovar com ninguém em fim de contrato, exceção feita a Diego Cavalieri. Além disso, o Alvinegro tenta fazer uma limpa no elenco para ‘se livrar’ dos salários altos.

Assim, Diego Souza, Carli e Cícero estão fora dos planos, mas têm contrato longo e negociam uma saída amigável. Já João Paulo, Alex Santana, Gatito Fernández e Luiz Fernando têm valor de mercado e podem sair se houver uma proposta interessante. Não há vaga cativa no Botafogo gerido pela diretoria de transição, liderada pelo ex-presidente Carlos Augusto Montenegro.

E exatamente por isso é que o Botafogo decidiu utilizar os garotos no Campeonato Carioca. A ideia é dar rodagem aos jovens atletas para que eles fiquem prontos para a disputa do Brasileiro, a prioridade do clube no ano.

Marcinho, Marcelo, Rhuan, Ezequeil, Leandrinho e Igor Cássio devem dar o tom do time que deverá iniciar a temporada. Cavalieri e Guilherme Santos, recém-contratado, devem ser uma pitada de experiência. Isso sem contar os atletas em situação indefinida até o reinício da temporada.

Fonte: UOL