Atlético e Botafogo se enfrentam nesta quarta-feira (31) pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana. A partida de ida foi 1 a 0 para o time mineiro, com gol marcado por Vinícius. No jogo de amanhã, no Horto, o Galo pode até empatar que fica com a classificação. Mas você se lembra qual foi a última vez que o alvinegro de Minas eliminou o time da estrela solitária em mata-mata?

‘Esse jogo vai virar, eu quero ser o vencedor!’
⬇ Não perca Atlético-MG x Botafogo! ⬇
Acredite na virada AO VIVO e DE GRAÇAComo assistir Atlético-MG x Botafogo ao vivo pela Copa Sul-Americana

Foi em 1994, quando Atlético e Botafogo disputavam as quartas de final do Campeonato Brasileiro. O torneio ainda era disputado em mata-mata e o vencedor do confronto se classificava para as semi-finais. O Galo fez 2 a 0 no primeiro jogo e perdeu o segundo por 2 a 1, conseguindo eliminar o carrasco carioca.

A primeira partida foi no Mineirão. O estádio estava lotado, cerca de 50 mil torcedores se fizeram presentes na partida. As duas torcidas não foram separadas e acompanharam o jogo juntas. Era um grande confronto, pois os dois times não eram os melhores no campeonato, mas eram muito parecidos na raça. Com a atuação apagada de Túlio Maravilha e Mauricinho por parte do Botafogo, o xodó da torcida Éder Aleixo se destacou fazendo uma partida fantástica.

Tudo começou quando o lateral Jefferson foi expulso após receber dois cartões amarelos ainda no primeiro tempo. Com isso, o Galo encontrou facilidades para atacar o Fogão. E Éder, que estava em sua segunda passagem pelo Atlético (a primeira foi de 1980 a 1985), relembrou os bons tempos em que se destacou no alvinegro mineiro. O ponta esquerda atleticano, com seus 37 anos, fez um golaço de falta, explodindo o torcedor de alegria. O segundo gol veio também na primeira etapa, quando Darci marcou chutando da pequena área, após jogada linda de Reinaldo na ponta direita. O resultado foi esse, 2 a 0, mas com um gosto enorme de ‘quero mais’, já que, durante todo o segundo tempo, o o Botafogo teve que torcer até para a trave tirar o gol quando Aleixo, mais uma vez, cobrou falta e carimbou o travessão.

No segundo jogo, Reinaldo inaugurou o placar, fazendo 1 a 0 para o Atlético. Com isso, o Fogão, precisava fazer três gols para empatar a partida e decidir nos pênaltis. Entretanto, o time carioca marcou apenas dois, um de Marcelo Carioca, e outro de Moisés. Então o Galo seguiu para as semi-finais, tirando o time carioca da competição.

Além disso…

O Atlético eliminou o Botafogo, também, em 1997, na Copa Rede Bandeirantes (ou Torneio Quadrangular de Brasília). O atacante Nilo, revelado na base, marcou o primeiro gol. No segundo tempo, Bentinho empatou para o Fogão, mas três minutos depois, Euller, o filho do vento, desempatou a partida e classificou o Galo para a final. O único time mineiro que disputou o torneio perdeu para o Flamengo na final por 1 a 0.

Essa foi uma competição amistosa interestadual de futebol disputada na cidade de Brasília, Distrito Federal, que teve a participação de quatro equipes, três do Estado do Rio de Janeiro e uma do Estado de Minas Gerais. Os times que disputaram foram: Flamengo, Fluminense, Botafogo e Atlético.

Curiosidades sobre o confronto

Atlético e Botafogo já protagonizaram diversos jogos decisivos no cenário nacional. Partindo de 1967, na Taça Brasil, onde após três jogos, o Atlético-MG eliminou o Botafogo, com um empate por 1 a 1 no Estádio do Mineirão. Mas o mais importante de todos é a decisão do Campeonato Brasileiro de 1971, em que Dadá, o Peito de Aço atleticano, fez de cabeça, marcando o gol da vitória e do título em pleno Maracanã.

Outro confronto histórico foi no ano de 1958, num amistoso disputado no estádio Independência. O Galo fez 4 a 0 no primeiro tempo, com um gol de Tomazinho e três de Alvinho. Entretanto, uma das viradas mais históricas do futebol brasileiro ocorreu. Com um de Édison, outro de Garrincha, mais um de Paulinho Valentim, e dois de Quarentinha, o Botafogo fez 5 a 4 no segundo tempo e saiu com a vitória.

No Campeonato Brasileiro de 1998, o Mineirão recebeu Atlético e Botafogo pela 17° rodada do Campeonato Brasileiro. Túlio Maravilha abriu o placar aos 30 minutos de jogo, e Chiquinho ampliou nove minutos depois. Mas com dois minutos do segundo tempo, o atacante Valdir diminuiu para o Galo e Marques empatou logo aos nove minutos da segunda etapa. Após isso, o mesmo autor do primeiro gol, Valdir, fez mais três gols, fazendo o placar de 5 a 2 para o time mineiro. E, por incrível que pareça, Túlio, Bebeto e Tico Mineiro marcaram a partir dos 39 minutos do segundo tempo, empatando a partida em 5 a 5.

Em 12 de novembro de 1995, o Botafogo emplacou a maior goleada do confronto, fazendo 5 a 0 no Maracanã. A campanha que o levaria ao título do Campeonato Brasileiro daquele ano. Já a favor do Atlético foi por 5 a 1, em 18 de agosto de 1999, partida também válida pelo Campeonato Brasileiro e disputada no Estádio Caio Martins, em Niterói, com o Galo tendo terminado essa competição como vice-campeão.

Fonte: Mais Minas