Botafogo pega Figueirense e tenta manter 100% no Raulino

Compartilhe:

O Botafogo, sem poder contar com o Engenhão num curto prazo, já negocia realizar partidas no Maracanã e no Mané Garrincha. Enquanto isso, aposta na sua força no Raulino de Oliveira, onde realizou nove jogos neste ano e ganhou todos. Nesta quarta-feira, às 21h50m (de Brasília), o Figueirense tentará interromper a sequência, na partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil, após a pausa para a Copa das Confederações.

No lado carioca, Oswaldo de Oliveira terá o reforço de seus selecionáveis – Jefferson e Lodeiro, convocados para Brasil e Uruguai, respectivamente. Mas começará a ver como seu time reage sem Fellype Gabriel, o jogador mais importante taticamente do elenco, segundo o próprio treinador. Pelos catarinenses, Adilson Batista deve mandar a campo a mesma escalação do amistoso contra o Coritiba no último sábado – empate por 2 a 2.

Guilherme Ceretta de Lima (SP) será o árbitro do jogo e terá como assistentes Herman Brumel Vani e Fabio Rogerio Baesteiro. A TV Globo transmite para os estados de Rio de Janeiro, Espírito Santo, Santa Catarina, Alagoas, Piauí, Pará, Amazonas, Rondônia, Acre, Roraima e Amapá, além da cidade de Balsas (MA). O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances em Tempo Real.
header as escalações 2

Botafogo: Oswaldo de Oliveira não fez mistério para escalar seu time. Se tem os retornos de Jefferson e Lodeiro, que disputaram a Copa das Confederações, e Dória, que estava com a seleção sub-20, o técnico não pode mais contar com Fellype Gabriel, Andrezinho e Jadson, que se transferiram. Vitinho será titular. O Bota entra em campo com: Jefferson, Lucas, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel, Lodeiro, Vitinho e Seedorf; Rafael Marques.

Figueirense: o técnico Adilson Batista deve escalar sua equipe com Tiago Volpi; André Rocha, Thiego, Douglas Silva e Wellington Saci; Ronaldo Tres, Nem, Maylson e Diguinho; Ricardinho e Rafael Costa. No gol, Tiago Volpi ganha a vaga de Ricardo.
quem esta fora (Foto: arte esporte)

Botafogo: a equipe não tem à disposição o zagueiro Antônio Carlos e o lateral-direito Edilson, que se recuperam de problemas musculares, além do meia Cidinho, que fez uma cirurgia no joelho e não tem previsão de retorno aos gramados.

Figueirense: o atacante Marcelo Toscano, recuperado de uma lesão na coxa esquerda, está em processo de recondicionamento físico. O volante Hildo, também por um problema na coxa esquerda, ficará longe dos jogos por mais duas semanas.
 

header pendurados (Foto: ArteEsporte)

Botafogo: ninguém.

Figueirense: Tinga.

 

header_na_historia (Foto: arte esporte)

Há seis anos, o Botafogo levava a melhor sobre o Figueirense, mas deixava o Maracanã eliminado e elegendo um vilão – na verdade, uma vilã. A assistente Ana Paula Oliveira anulou dois gols e causou a revolta dos cariocas, que fizeram 3 a 1 e perderam a vaga por causa do gol sofrido em casa. Na partida de ida, os catarinenses haviam vencido por 2 a 0. Zé Roberto abriu o placar, e André Lima ampliou a vantagem do Botafogo ainda no primeiro tempo. No fim do segundo, Cleiton Xavier contou com a ajuda do goleiro Julio Cesar para marcar o gol do Figueira. Vinicius (contra) deu números finais à partida, já nos acréscimos.



Fonte: Globoesporte.com
Comentários