Clube pode emprestar mais jovens; ‘Elenco é esse’, diz Sidnei

Compartilhe:

Arrumar um espaço até mesmo nos coletivos entre titulares e reservas não tem sido tarefa fácil para os jogadores do Botafogo. A contratação de alguns jogadores no início da temporada e a promoção de jovens da base fez com que equipe alvinegra chegasse a ter 42 atletas em seu elenco. O número caiu para 38 nas últimas semanas, mas com algumas posições ‘lotadas’, o time de General Severiano cogita emprestar alguns jovens para pegarem experiência.

Um dos setores mais ‘inchados’ é o ataque. Como o técnico Oswaldo de Oliveira utiliza apenas um homem de referência, Rafael Marques, Bruno Mendes, Alex, Elias, Henrique, Vitinho e Sassá brigam por uma vaga. Algumas vezes, os avantes também são utilizados na linha de meias ofensivos, mas nem sempre todos têm espaço. Henrique, por exemplo, disputou apenas oito jogos, dois como titular.

A visão da diretoria, porém, é que o elenco é normal. Recentemente Fellype Gabriel foi negociado com o Sharjah, dos Emirados Árabes. Além dele, desde o início da temporada o volante Jadson foi vendido a Udinese, enquanto Fabiano e Rodrigo Dantas foram emprestados. O departamento de futebol considera que o Brasileirão é uma competição longa e que o número ideal é de três atletas por posição.

“Não vemos o elenco inchado nem pequeno. É normal. Tentamos trabalhar com o número de três atletas por posição. O Brasileiro é longo e precisaremos dessa quantidade. Agora se pintar alguma proposta de empréstimo para alguns atletas jovens que precisam ganhar experiência é uma coisa que analisaremos. Mas a princípio esse é o nosso elenco”, disse o gerente técnico Sidinei Loureiro ao UOL Esporte.

Fonte: UOL

Comentários