Principal jogador do Bahia em 2016, dono de seis gols e ainda do maior número de desarmes, passes certos e chances criadas, o volante Juninho encerrou a Série B em alta e no radar de diversos clubes.

Com contrato até o fim de 2017, o atleta de 30 anos viu a diretoria tricolor se antecipar e negocia para renová-lo. A princípio, os cartolas sinalizam com um acordo até 2018 renovável por mais uma temporada em caso de cumprimento de metas. Ele bate o pé e, através de seu empresário Eduardo Uram, pede um vínculo até 2019 e aumento em seu vencimento atual de R$ 40 mil.

A seu favor, conta com o interesse até mesmo de participantes da Libertadores.

Segundo apurado pela reportagem, o Botafogo perguntou por seu futebol.

“Eu estou em processo de renovação de contrato e quero até 2019. Estamos tentando chegar próximo dos valores de salário e duração de contrato. O clube quer colocar até 2018 e, se eu bater as metas, eles renovam automaticamente até 2019. Tive muitas propostas e times interessados e meu empresário está cuidando de tudo isso”, afirmou Juninho ao ESPN.com.br.

“Estou tratando de minha lesão e quase 100% recuperado da entorse. Tive contato de vários times da Série A, inclusive, que irão jogar a Libertadores. Mas eu estou muito feliz no Bahia, quero permanecer e torço para que a renovação aconteça”, prosseguiu.

“Tenho grande identificação com a torcida e com o clube que abriu as portas para mim. Mas tenho que pensar na minha família também. A gente está torcendo para que meu agente se entenda com o Bahia e eu possa permanecer”, completou.

‘Revelação aos 30 anos’, como brinca, Juninho quer brilhar ainda mais em 2017.

“Agora eu coloquei na minha cabeça que cada ano fica mais difícil e preciso confirmar tudo que fiz. Queria jogar mais jogos que 2015 e fazer mais gols. Graças a Deus, fiz 51 ano passado e neste fiz 55. Fiz seis gols e neste fiz 11. Meta é sempre melhorar”, analisou.

Fonte: ESPN.com.br