Um fato tem chamado a atenção do torcedor do Botafogo recentemente, mais precisamente nos últimos oito jogos: apenas um atacante foi à rede no período. Trata-se de Luiz Fernando, que marcou o gol do Alvinegro diante do Nacional-PAR, pela ida da segunda fase da Copa Sul-Americana, no dia 1º.

O gol de Luiz, aliás, deu uma esperança para o jogo da volta, a ser realizado nesta quinta-feira, no Estádio Nilton Santos, que terá casa cheia para reverter o 2 a 1 sofrido no Paraguai. O fato é que o atleta ex-Atlético-GO foi o único do sistema ofensivo que fez gol após a Copa do Mundo. Os outros foram do lateral-direito Marcinho (em vitória contra a Chapecoense) e do volante Rodrigo Lindoso (em empate com o Paraná).

Personagem da entrevista coletiva da última segunda, Luiz Fernando admitiu que há uma pressão interna em cima dos atacantes do Botafogo. Além disso, citou que é necessário aprimorar as finalizações, uma vez que o Glorioso tem a terceira equipe que mais erra finalizações – só fica atrás de Paraná e Santos.

– É mais questão de aprimorar nossas finalizações para quando a oportunidade chegar no jogo estarmos prontos. Nós atacantes temos nos incomodado com isso. Fico feliz por ter marcado pela Sul-Americana, mas estamos cientes da necessidade de resolver lá na frente – comentou Luiz Fernando.

Antes de Luiz Fernando, foi Kieza o outro atacante que deixara a sua marca. E se deu em dose dupla, contra o Bahia, pela 11ª rodada do Brasileiro, no dia 10 de junho, no período pré-Copa. Já são oito jogos desde então, com apenas o já citado gol de Luiz dentre os atacantes. Contra o Nacional-PAR, às 19h30 (de Brasília) desta quinta, é bom que haja mais eficiência pela vaga nas oitavas.

GOLS DOS ATACANTES DO BOTAFOGO

Kieza – 8
Brenner – 8
Luiz Fernando – 3
Rodrigo Pimpão – 4
Ezequiel – 0

Fonte: Terra