Busca por gols no 1º tempo vira tática do Botafogo de Oswaldo

Compartilhe:

Com a vitória por 2 a 1 sobre o Santos, quarta-feira, em Volta Redonda, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, o Botafogo chegou a uma invencibilidade de 18 jogos na temporada, com 14 vitórias e quatro empates, com 39 gols marcados e sete sofridos. Em apenas seis jogos dessa sequência, o time não fez gols no primeiro tempo e nos últimos 17, jamais saiu atrás no marcador.

A busca pelo gol no primeiro tempo tem sido uma tática estipulada pelo técnico Oswaldo de Oliveira para o Botafogo. Por isso, o time, normalmente, termina os jogos com maior cautela, sofrendo alguma pressão do rival, como aconteceu contra o Santos. Pelo menos, vem dando resultado.

– Como há uma exposição grande no primeiro tempo e o time procura sempre fazer o placar, como aconteceu em outros jogos, inclusive na final da Taça Rio, é natural que quando chega o cansaço o adversário tenha mais campo e venha para o nosso e nos pressione. Mas o time tem correspondido e se defendido bem. É necessário que haja um esforço grande, pois com o marcador na frente fica difícil para o adversário – disse o treinador.

O fato se repetiu nas duas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro. Contra o Corinthians, o Botafogo fez seu gol no primeiro tempo, mas acabou sofrendo o empate na metade do segundo. Na vitória sobre o Santos, foram dois gols nos primeiros 45 minutos, que garantiram o resultado, mesmo com o gol sofrido na etapa final.

– O esforço do Botafogo tem sido muito grande no primeiro tempo e é natural que grandes equipes, de excelente nível, venham para cima. O Botafogo soube suportar contra o Santos e poderia até ter feito o terceiro em contra-ataques. São nuances de uma partida de futebol – comentou Oswaldo.

O próximo jogo será contra o Cruzeiro, sábado, em Volta Redonda. Oswaldo considera os três primeiros adversários candidatos ao título do Campeonato Brasileiro. Para ele, é preciso jogar todos os jogos para vencer sem pensar em uma pontuação pré-estabelecida.

– A tabela é um pouco cruel. São equipes que considero em condições de disputar o título e isso aumenta a demanda do esforço e sabemos que vai ser difícil contra o Cruzeiro. Vamos jogar sempre  para vencer levando em consideração as circunstâncias para fazer o máximo de pontos – afirmou Oswaldo.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários