Caso queira, Zé Ricardo terá um elenco mais recheado para trabalhar ao longo desta temporada. Isso porque, quatro jovens jogadores retornam de empréstimo, porém, ao menos por enquanto, ainda não há definição quanto à utilização no Botafogo. São eles: o zagueiro Kanu, que não conseguiu atuar pela Cabofriense no Carioca, o lateral-esquerdo Victor Lindenberg, que estava no Santa Cruz-RN, e os atacantes Pachu (cedido sem brilho ao Boavista) e Renan Gorne, outro com passagem apagada, só que pelo Volta Redonda.

A situação do quarteto está nas mesas da comissão técnica e do departamento de futebol. O setor capitaneado por Zé Ricardo, aliás, deve seguir dando papéis de destaque a garotos, como tem sido com Marcelo Benevenuto e Jonathan. O LANCE! apurou que Caio Alexandre treinou com a equipe profissional na última semana, quando entrou no lugar de João Paulo e foi observado de perto.

O teste para Caio Alexandre surgiu em um jogo-treino entre os profissionais e a equipe sub-20, na qual, atualmente, o volante disputa o Campeonato Carioca da categoria e é o capitão do técnico Marcos Soares. No radar do Corinthians desde o ano passado, o meio-campista de 20 anos é tido como uma joia e, por ora, não será emprestado – conforme sinaliza o Alvinegro.

Dá para dizer que, passada a eliminação do Campeonato Carioca, a mentalidade de mesclar jovens e experientes, como Zé já havia dito na pré-temporada, permanece intacta, tanto que Rickson e Wenderson, outros volantes oriundos da base, renovaram o contrato recentemente, devem ganhar mais minutagem no Brasileiro, assim como Igor Cássio, e brigar de igual com Bochecha e os cascudos Cícero, João Paulo e Diego Souza, por exemplo.

Contudo, as definições quanto aos emprestados e um maior aproveitamento de Caio Alexandre só devem ocorrer após a próxima fase da Copa do Brasil, que, a partir da quinta, no Nilton Santos, começa a ter a vaga decidida. Depois de eliminar o Campinense e o Cuiabá, o adversário da vez será o Juventude.

Fonte: Terra