O técnico Caio Júnior, uma das 71 vítimas fatais do grave acidente com avião da Chapecoense, completaria nesta quarta-feira 52 anos. Nas redes sociais, alguns clubes quem foram comandados por Caio o homenagearam.

“52 anos de uma história inesquecível”, postaram ao mesmo tempo Botafogo, Goiás e Coritiba.

“Caio Júnior eterno”, postou o Flamengo em seguida.

O último grande trabalho de Caio foi justamente na Chapecoense, seu último clube. Ele levou a equipe à final da Sul-Americana.

Fonte: Extra Online