A maratona de fevereiro foi mesmo desgastante. Quatro jogos pela Taça Libertadores, partidas decisivas também pelo Campeonato Carioca – incluindo um clássico – e tudo isso com pouco tempo para treinos. O saldo foi positivo pela classificação na competição continental, mas rendeu cansaço e lesões. Camilo, por exemplo, ficou fora do jogo contra o Colo-Colo, no Chile, por dores. Mas ele acredita que, com o intervalo de 15 dias, a equipe voltará melhor:

– Daqui a pouco estaremos mostrando a nossa cara. Já estamos 100%, trabalhando forte a parte física e tudo o que tínhamos trabalhado pouco na pré-temporada. É o momento de ganhar. Vamos nos preparar e estaremos melhor física e tecnicamente – entende o meia.

O Camisa 10 ainda busca o primeiro gol na temporada, após ser decisivo no ano passado. Junto com Montillo e Rodrigo Pimpão, eles devem formar a linha atrás de Roger no duelo contra o Volta Redonda, na quinta-feira.

Fonte: Terra