A suspensão de Rodrigo Lindoso não representa apenas a perda de um titular para o Botafogo. Sem ele, o Alvinegro também perde na qualidade do passe — justamente um dos pontos fortes da equipe no Estadual. E a queda é ainda mais brusca quando se leva em conta que, dos três melhores do time neste fundamento, apenas um estará na final de domingo, contra o Vasco.

Os melhores passadores de General Severiano são Igor Rabello, com 608 passes certos, Lindoso (561) e João Paulo (548). O zagueiro é o único que tem condições de encarar os cruz-maltinos no Maracanã — o meia está no departamento médico. No Estadual, o trio só fica atrás de Jadson, do Flu (628).

O técnico André Valentim ainda precisa encontrar um substituto para Lindoso, que não jogará a final por ter recebido o terceiro amarelo. Os dois mais cotados para o posto são Matheus Fernandes e Gustavo Bochecha. Se a qualidade do passe for usada como principal critério, o segundo, mais técnico, sai na frente. Mas é o primeiro que acumula mais experiência na equipe principal, o que pode pesar a seu favor numa decisão. No elenco, ninguém arrisca apontar um favorito.

— Por coincidência, tratei no departamento médico junto ao Matheus (que sofreu uma lesão no dedão do pé direito, em janeiro). Tive mais afinidade, peguei bastante no pé dele, é um menino que se esforça bastante — analisou o meia Renatinho. — O Bochecha tem muita qualidade técnica, pensa muito à frente. Quem for escolhido vai suprir bem.

Os ingressos para a decisão do Estadual começam a ser vendidos hoje em pontos físicos e pela internet (www.futebolcard.com). Os valores inteiros vão de R$ 40 a R$ 200. Há meia-entrada.

Fonte: Extra Online