Duas derrotas, time perto da zona de rebaixamento, relação estremecida entre torcida e diretoria. Chamar o momento pós-Copa do Mundo do Botafogo de turbulento não é exagero. E para evitar maiores desgastes não há nada mais urgente, no campo, do que reencontrar o caminho das vitórias. A começar por esta quinta-feira, contra a Chapecoense, no Estádio Nilton Santos. O duelo é às 19h30, e o site do LANCE! fará transmissão em tempo real.

– É fundamental. Temos de jogar com inteligência porque vamos jogar contra uma equipe com uma forma diferenciada de jogar. Eles não jogam com posse de bola, jogam com o jogo direto – alerta o técnico Marcos Paquetá, prevendo dificuldades diante da equipe visitante.

O momento ruim no campo parece não ter relação com a crise nos bastidores. Ao menos por enquanto, nem o atraso salarial (mês de junho) tem incomodado de maneira impactante o elenco alvinegro. De todo modo, a torcida cobra evolução nos dois cenários.

– O Botafogo é isso. Nosso torcedor cobra, nosso torcedor sente, e isso faz parte. Sabíamos que, na volta da Copa, teríamos dois jogos complicados por natureza. Jogamos contra o Corinthians na casa deles e jogamos com o Flamengo como mandante no Maracanã – pondera Anderson Barros, gerente de futebol do clube.

Marcos Paquetá chegou a dizer que o objetivo da equipe no Campeonato Brasileiro era a vaga na Copa Libertadores do ano que bem. Neste momento – e até para tal missão continuar real – é bom voltar a vencer.

Fonte: Terra