As imagens divulgadas pela TV Globo na manhã desta quinta-feira, com vários buracos e obras no Estádio Luso Brasileiro, na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro, trouxeram preocupação sobre a nova casa do Flamengo. Uma obra para o desvio de uma tubulação de águas pluviais próxima das arquibancadas estaria atrasando a inauguração da arena. Em seu perfil no Twitter, o vice-presidente de administração do Rubro-negro, Rafael Strauch, afirmou que o Botafogo estava ciente dos problemas quando ainda gerenciava o local.

Segundo o dirigente, o Flamengo já sabia que a obra seria feita há quase dois meses, mas se trata de um problema antigo e crônico, mas que providências já estão sendo tomadas:

“Eles (Botafogo) sabiam do problema! Nós soubemos em fevereiro e daí em diante estamos tomando TODAS as medidas para resolver, coisa que eles não fizeram. Quem é responsável e honesto resolve o problema! Quem é irresponsável e desonesto esconde, não resolve e lida com coisa séria fazendo graça”, escreveu na rede social e marcou o perfil oficial do Botafogo.

Tuítes de dirigente do Flamengo
Tuítes de dirigente do Flamengo Foto: Reprodução / Twitter
Estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador, vai ser casa do Flamengo
Estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador, vai ser casa do Flamengo Foto: Gilvan de Souza / Flamengo
Arena da Ilha em fase final de obra servirá também no Brasileiro
Fonte: Extra Online