Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

X

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Campeonato Carioca

10/04/21 às 21:05 - Raulino de Oliveira

Escudo Volta Redonda
VRE

2

X

2

Escudo Botafogo
BOT

Dodô cita excesso de ‘pancadas’ para explicar falta de títulos do Carrossel do Botafogo em 2007: ‘Éramos referência no Brasil’

0 comentários

Compartilhe

Dodô em ação pelo Botafogo
Reprodução/Instagram

A torcida do Botafogo recorda até hoje com carinho mas lamentando a falta de títulos da equipe em 2007, quando foi formado o famoso Carrossel Alvinegro. Artilheiro da equipe na época, o ex-atacante Dodô citou os diversos problemas extracampo enfrentados para explicar a falta de conquistas – o Botafogo só levantou a Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca.

A arbitragem teve papel preponderante nisso: o auxiliar Hilton Moutinho Rodrigues anulou um gol de Dodô aos 45 minutos legítimo, indicando impedimento que de longe não existiu, na finalíssima do Estadual-2009, com o árbitro Djalma Beltrami expulsando-o logo em seguida. Já na Copa do Brasil, a bandeirinha Ana Paula de Oliveira foi a algoz, anulando dois gols legais do Botafogo contra o Figueirense, na semifinal.

– Começamos o Carioca muito bem e teve esse episódio no jogo contra o Flamengo, já falei com o Zico, até ele fala, não tinha como a gente perder o campeonato pela forma como estávamos jogando e ainda mais com um gol daquele jeito que foi anulado. Não tem como. Na Copa do Brasil também teve problemas muito sérios em relação à arbitragem, além da infelicidade do goleiro no último lance – afirmou Dodô, em live no Instagram do canal Somos Botafogo, acrescentando:

Era para ser um ano espetacular, era para termos três conquistas para concretizar todo o trabalho que foi feito, mas infelizmente não aconteceu por detalhes, por coisas que aconteceram extracampo. Tínhamos um elenco enxuto, mas todos conheciam a qualidade do nosso time, o Cuca chegou meio desacreditado e fez um bom trabalho. Encaixou legal, mas faltaram algumas peças de reposição pela falta de condições financeiras. Acabei 2007 como artilheiro do país mesmo tendo sido suspenso (por doping). Lamentamos muito quando nós jogadores nos encontramos, porque ficamos muito perto das conquistas e por detalhes acabaram escapando.

‘Botafogo era referência no futebol’

Além dos problemas com a arbitragem no Carioca e na Copa do Brasil, o Botafogo liderou boa parte do Campeonato Brasileiro, mas perdeu fôlego no final e sequer conseguiu uma vaga na Libertadores do ano seguinte; e acabou eliminado pelo River Plate nas oitavas de final da Copa Sul-Americana de forma traumática, após abrir 2 a 1 no Monumental de Núñez e permitir a virada para 4 a 2, com direito a gol nos acréscimos e hat-trick de Falcao García. Para Dodô, o caso de doping que acabou suspendendo-o – e no ano posterior tirando ele de ação por duas temporadas – foi crucial para a queda de rendimento da equipe.

– Aconteceu aquilo do Carioca, depois a Copa do Brasil… Depois a gente ia lá, recobrava, respirava, treinava e dizia: “Vamos lá”. Aí veio a questão do doping. Daquele ponto em diante, aquele time que tinha se superado tanto, o ânimo foi lá embaixo. Foi muita pancada! Na época, éramos referência no futebol brasileiro e aquilo lá veio para detonar uma crise interna muito grande, uma desconfiança muito grande dos jogadores em relação a tudo que aconteceu, e o time não aguentou. Foi isso que aconteceu – resumiu.

Relembre o ‘roubo’ na final do Carioca-2007:

Fonte: Redação FogãoNET

Comentários