R$ 600 milhões, contrato de 2019 a 2024, distribuição seguindo o modelo da Premier League, fim dos jogos às 22h e cláusula ‘anti-Corinthians’ para evitar a concentração de jogos de apenas um clube na televisão. Esse é o pacote que o canal Esporte Interativo discute com os dirigentes para superar a Rede Globo e assegurar os direitos de transmissão em TV fechada do Brasileiro por seis temporadas.

Fonte: ESPN.com.br