No Botafogo, 2017 será um ano de reencontros. Para o time, o retorno à Copa Libertadores. Para o torcedor, a volta ao Nílton Santos. E, nesta quinta-feira, o clube anunciou uma remodelação do estádio, que inclui a adoção de um setor popular e a pintura das cadeiras nas cores preta e branca.

O Alvinegro já começou a tirar os assentos do Setor Norte, que será o mais acessível. Por R$ 200, sócios-torcedores do plano BNC poderão assistir a todas as partidas como mandante no ano, independentemente da competição. Também há pacotes para os setores Sudeste (R$ 450/ano), Oeste Inferior (R$ 900/ano) e Camarote Central Leste (R$ 1.200/ano). Os preços estão garantidos até o fim do ano, mas podem ser reajustados a partir de janeiro.

Nos setores em que as cadeiras continuarão existindo, elas serão pintadas de preto e branco. A expectativa é que toda a customização esteja concluída a tempo da estreia alvinegra no Campeonato Carioca.

– O estádio originalmente tinha marcações em azul e vermelho. Ouvíamos dos torcedores e dos sócios que faltava um link de pertencimento. Agora, tenho certeza de que o Botafogo se sentirá em casa, e o adversário se sentirá na casa do Botafogo – disse o presidente Carlos Eduardo Pereira.

Outra novidade anunciada foi a possibilidade de torcedores terem o nome gravado nas cadeiras no Nílton Santos. A personalização custa R$ 50 e tem validade de um ano. Ela não garante, porém, o acesso às partidas, nem o direito de o torcedor sentar no local quando for ao estádio.

Fonte: Extra Online