Após o áudio vazado do ex-presidente do Botafogo Carlos Augusto Montenegro que continha críticas as suas recentes atuações, o goleiro Gatito Fernández concedeu breve entrevista ao site Globoesporte.com garantindo que o episódio já foi superado.

– Esse assunto já foi superado, e temos que olhar para frente. Não foi o melhor momento para ele falar isso, mas já é coisa passada – afirmou.

Após defender a seleção do Paraguai em dois amistosos na Europa nas datas-Fifa, Gatito desfalcou o Botafogo no clássico da última quarta-feira, contra o Vasco, em São Januário, por conta do desgaste físico. Mas deve retornar à equipe no jogo da próxima segunda, contra o CSA.

– Adoro defender minha seleção, mas também fico com saudades de jogar pelo Botafogo. É com esse grupo que convivo durante todo o ano. A expectativa é de ajudar e fechar junto com todos. Temos que ganhar e não podemos pensar em outro resultado – disse Gatito, que elogiou bastante o companheiro de posição Diego Cavalieri, titular nos últimos três jogos:

– A responsabilidade (de jogar no Botafogo) é sempre grande. Defendo o Botafogo. E trabalhar e conviver com o Cavalieri todos os dias é um privilégio para mim. Consagrado, experiente e um profissional exemplar.

Fonte: Globoesporte.com