A crise vivida pelo Atlético-MG – perto de eliminação na fase de grupos da Libertadores e com Levir Culpi demitido – fez a diretoria antecipar a chegada de Rui Costa, que já havia chegado a um acordo com o presidente Sérgio Sette Câmara.

Apresentado no início da tarde desta sexta na Cidade do Galo, o novo diretor de futebol conta que optou pela chegada imediata ao clube devido ao momento conturbado.

“Com o que aconteceu, o presidente me consultou e achei fundamental a minha presença aqui. A presença do diretor de futebol se mostra mais importante em um momento de dificuldade. Não achei justo que ficasse no conforto do anonimato enquanto as coisas estavam sendo cobradas. Eu imediatamente acolhi o pedido dele. A partir do momento que cheguei aqui, passo a ser responsável por tudo o que venha a acontecer quanto qualquer um que está nessa sala”, declarou.

O Galo conversou com Rui Costa e outros dois nomes para o cargo de executivo de futebol. Diego Cerri, do Bahia, e Anderson Barros, do Botafogo, também mantiveram contato com a diretoria. (NOTA DA REDAÇÃO FN: segundo o site “O Tempo”, Anderson Barros recusou proposta do Atlético-MG.)

O nome que mais agradou, no entanto, foi o do ex-dirigente de Grêmio, Chapecoense e Athletico-PR. O próprio cartola sabe que o processo faz parte de uma reestruturação do departamento de futebol já prevista pelo mandatário Sérgio Sette Câmara.

Responsável pelo cargo desde outubro do ano passado, quando Alexandre Gallo foi demitido, Marques já sabia que seria destituído. A nova função era uma incógnita. No entanto, por opção de Rui Costa, ele seguirá à disposição do elenco profissional.

“Ele fez questão de contar com o Marques, pessoa que tenho toda a confiança e está exercendo um trabalho árduo e leal. Ele ficará com o Rui como gerente de futebol”, comentou o presidente do Galo.

“Na verdade, a situação definida era que o presidente pretendia fazer uma reestruturação do departamento de futebol. Não tinha nada sobre técnico. Sou um cara muito transparente, característica desta gestão e desse clube”, acrescentou Rui Costa.

Fonte: UOL e O Tempo