Há dois anos atuando na Europa, o goleiro Renan, ex-Botafogo, vive um momento de destaque na carreira defendendo o Ludogorets, da Bulgária. O jogador é titular absoluto e vem tendo boas atuações, tanto que ganhou um prêmio da própria equipe como melhor goleiro da temporada de 2018. O jogador está no Brasil e vai passar as festas de fim de ano ao lado da família. O Campeonato Búlgaro está de “férias” devido o intenso frio no Leste Europeu. Em contato com a reportagem da Super Rádio Tupi, Renan falou da experiência de jogar na Europa.

– Está sendo muito boa pra mim. Jogar na Europa é muito bom. Meu clube é excelente e me proporciona tudo como jogador profissional. Tenho a oportunidade de jogar campeonatos europeus como a Champions League e Liga Europa, onde nos classificamos. Já enfrentei Milan-ITA, Bayer Leverkusen-ALE e Hoffenheim-ALE. São 14 clubes na primeira divisão local. Nosso time é heptacampeão consecutivo e tem outras três ou quatro equipes que brigam pelo título. Não é um campeonato muito difícil. É um futebol muito duro, de muita vontade e pouca técnica. Nossa equipe tem um número grande de Brasileiros e Sul-Americanos e acaba sobressaindo na parte técnica.

Sondagens do Brasil

Renan tem mais um ano de contrato com o Ludogorets. O vínculo vai até dezembro de 2019. O jogador tem acompanhado as movimentações do mercado e afirmou que fica feliz quando o nome é lembrado em outras equipes.

– Tenho mais um ano de contrato e como profissional tenho que cumprir trabalhando e ajudando a minha equipe. Aparecendo propostas e tendo a oportunidade de uma transferência tudo é possível. Penso sempre estar buscando opções para crescer na profissão. Voltar ao Brasil tendo um projeto legal seria interessante. Tenho sim essa vontade por estar mais perto da minha família. Tudo fica muito aberto entre Europa ou volta ao futebol Brasileiro. Se não me engano há uns 15 dias chegou uma notícia do São Paulo. Foi noticiado na Bulgária que o clube tinha colocado meu nome na lista de reforços. Claro que fico muito feliz com um clube como o São Paulo lembrar de mim. Tenho acompanhado nessa época muitos clubes buscando goleiro. Pra mim é sempre uma honra quando escuto meu nome. É um reconhecimento do meu trabalho.

Aposentadoria de Jefferson

Amigo pessoal, Renan viu de longe a aposentadoria de Jefferson. Ele respeita a decisão, mas acredita que o ídolo Alvinegro ainda poderia atuar por mais tempo.

– Acompanhei é claro. Foi um momento emocionante para ele e para todos que conhecem o Jefferson. Mesmo de longe me emocionei. Penso que ele poderia ter continuado a jogar por alguns anos, mas respeito e entendo a posição de estar perto da família tomando conta de outras coisas na vida. Só desejo tudo de bom e que Deus possa abençoar – Analisou Renan, dizendo que o Glorioso está bem servido com Gatito Fernandez e Diego Cavalieri.

– Tanto Gatito quanto Cavalieri são grandes goleiros. Já mostraram para todo mundo o quanto são capazes. Isso é muito bom para o Botafogo, que vai estar bem servido no próximo ano – Avaliou Renan, revelando o alívio em ver o botafogo longe da segunda divisão.

– Acompanhei também e torci muito. Tenho amigos dentro do Botafogo. Fiquei na torcida na reta final e ainda bem que conseguiram escapar com boas vitórias e bons jogos. Agora é fazer um planejamento para que tudo possa dar certo em 2019.

O Ludogorets é o líder do Campeonato Búlgaro com 6 pontos de vantagem em relação ao segundo colocado. O time chegou a ser comandado pelo técnico brasileiro Paulo Autuori. São 10 brasileiros e um argentino no total de Sul-Americanos da equipe. Renan deixa o Brasil no dia 8 de janeiro para se reapresentar na Bulgária.

Fonte: Rádio Tupi