No mercado para formar o seu elenco para a Série B do ano que vem, o Inter entrou forte na briga pelo volante Juninho, do Bahia.

Destaque tricolor na campanha de acesso nesta temporada, o atleta de 30 anos tem contrato até dezembro de 2017 e o seu agente, Eduardo Uram, faz jogo duro para renová-lo. Conforme apurado pelo ESPN.com.br, ele pede quatro vezes mais o salário que o jogador recebe atualmente, ao redor de R$ 40 mil mensais. A cifra é considerada fora da realidade pela diretoria tricolor.

Monitorando a situação, os cartolas do Inter trabalham com a informação de que é possível fechar por R$ 120 mil, no entanto.

Ainda assim, será necessário chegar a um acordo com o Bahia para isso.

Um pacote envolvendo o goleiro Muriel, que esteve em Salvador no último semestre, e outros nomes é estudada.

A multa rescisória de Juninho gira em cerca de R$ 15 milhões, de acordo com pessoas próximas.

Ele quer estender seu contrato até 2019 enquanto que os dirigentes baianos oferecem acordo até 2018 renovável por mais uma temporada em caso de cumprimento de metas. Rusgas antigas com seu empresário Uram dificultam as conversas – especialmente a demissão por justa causa do atacante Rhayner, seu cliente, em 2014.

O jogador se encontra em férias e segue tratando uma entorse para voltar normalmente em 2017.

Fonte: ESPN.com.br