Os irmãos Moreira Salles tomaram a frente e encomendaram uma pesquisa para viabilizar o futebol do Botafogo como uma empresa. Após a conclusão do estudo, com o projeto caminhando para o clube revolucionar sua administração, os bilionários decidiram dar um passo atrás.

O objetivo de João e Walter é evitar a fama de “pais do projeto”, no qual se deposita hoje muita esperança. Isso porque, para sustentar tanta esperança, vários investidores precisam injetar dinheiro no clube.

O Botafogo entendeu o recado. Na última reunião do Conselho Deliberativo vários cartolas aproveitaram para agradecer aos irmãos pela ajuda com os primeiros passos. Para se ter uma ideia, ainda não há a confirmação que os empresários e cineastas, acionistas do Itaú Unibanco, colocarão grana no Alvinegro.

Fonte: UOL