A barração de Jefferson no gol da Seleção Brasileira ainda segue rendendo. E o goleiro falou sobre o assunto em entrevista ao programa Seleção SporTV. O jogador do Botafogo negou qualquer tipo de mau estar com a atitude do técnico Dunga, mas evidenciou que ficou chateado por não enfrentar a Venezuela.

– Não ficou mal estar nenhum de eu ser o reserva da Seleção. Sou profissional. Eu acato ordem. Claro que a gente fica chateado, mas em nenhum momento desrespeitei Dunga ou Alisson – afirmou.

Jefferson revelou ainda que não foi avisado por Dunga que seria reserva na segunda rodada das Eliminatórias. Segundo o goleiro, foi uma surpresa quando ele tomou conhecimento do fato.

– Dunga não chegou em mim dizendo que iria me tirar, até porque ele não precisa falar o que vai fazer. Mas a decisão dele surpreendeu um pouco por tudo o que fiz, os jogos que fiz na Seleção e nesse sentido fiquei um pouco surpreso – declarou.

Jefferson era titular inconstestável desde que Dunga assumiu o cargo de treinador da Seleção pela segunda vez. Este posto começou a mudar de figura durante a disputa da Copa América e ficou mais claro após a estreia do Brasil nas Eliminatórias, quando falhou em um dos gols da derrota para o Chile.

Mesmo em um momento instável com a camisa verde e amarela, Jefferson foi convocado por Dunga para as partidas contra Argentina e Peru, neste mês. Resta saber agora se o goleiro será o titular nas rodadas das Eliminatórias.

Fonte: Terra e SporTV