Bruno Silva é uma das peças principais do Botafogo montado por Ricardo Gomes neste Campeonato Brasileiro. Desde a sua chegada ao clube, no começo de 2016, o volante repete os números que o acompanharam por toda a sua carreira.

Em suas passagens anteriores por Chapecoense, Atlético Paranaense e Ponte Preta, Bruno Silva foi o jogador que mais faz desarmes. Na equipe carioca, o volante também é líder no quesito, com 41 no total. Quase o dobro do segundo colocado, Diogo Barbosa, que tem 25, e o terceiro, Fernandes, com 24.

De acordo com o jogador, sua própria característica de jogo e a confiança depositada por Ricardo Gomes são o segredo.

– É uma característica minha. Sou primeiro volante de origem, mas consigo fazer essa função aqui de segundo, saindo para o jogo e conseguindo marcar. Fico feliz por essa meta pessoal, de ser o cara que mais rouba bolas. É fruto do trabalho e da confiança que o Ricardo me dá. Quero ser o maior ladrão de bolas não só do Botafogo, mas também do campeonato – projetou.

Bruno Silva poderá aumentar a contagem na próxima partida, contra um velho conhecido. Nesta quinta-feira, o volante reencontra a Ponte Preta, um dos clubes que defendeu e viveu uma ótima fase. Bruno no entanto, destaca que seu foco hoje é no Botafogo.

– Tenho um carinho pela Ponte, pela torcida. Tenho um carinho muito grande. Mas hoje pelo menos na hora de jogo esse carinho fica fora. Tenho amigos ainda lá e vou abraçar todos antes do jogo. Mas agora defendo o Botafogo, e vou defender o Botafogo quando a bola rolar. Queremos a vitória – disse.

O Glorioso vem de uma vitória importante, na última rodada diante do líder Palmeiras, por 3×1. Bruno citou o desempenho do time como referência para o resto da competição.

– Traz confiança. Ganhar do então líder do campeonato. Mas é ter os pés no chão, estamos numa situação difícil. Precisamos ter como exemplo. O que o Ricardo pediu pra fazer fizemos contra o Palmeiras e por isso vencemos. Agora é tentar repetir e mais uma vez ir em busca da vitória – finalizou.

Fonte: FutRio