Segundo maior artilheiro estrangeiro da história do Botafogo, com 62 gols em 105 jogos, Loco Abreu está no Rio de Janeiro para acompanhar a partida que pode dar o título da Série B ao Botafogo, nesta sexta-feira, diante do ABC. Aos 39 anos, e atualmente defendendo as cores do Nacional, clube que o revelou no Uruguai, o atacante disse que tentou contato com o presidente alvinegro Carlos Eduardo Pereira recentemente.

Após defender o time carioca entre 2010 e 2012, Loco Abreu manteve estreita relação com o Botafogo mesmo após sua despedida, dizendo-se torcedor número um do clube. Campeão Carioca em 2010 após vencer a Taça Guanabara e a Taça Rio com o Alvinegro, o uruguaio vibrou pelo retorno do clube carioca à elite do futebol brasileiro.

Em evento na capital fluminense, o atacante demonstrou, entre gritos de ‘Volta El Loco!’ o afeto pelo clube.

“Liguei para o presidente agora, mas a ligação não pegou. Não sei o que vai acontecer, mas o mais importante é que o nosso Botafogo está de volta à Série A. Vamos encher o Niltão para, se Deus quiser, comemorar o título”, falou o atacante, que luta para defender o título uruguaio do Nacional – atualmente, a equipe está na vice-liderança, atrás do rival Peñarol.

Depois de admitir em entrevista à Rádio Tupi, em agosto, que poderia conversar sobre uma volta após cumprir o seu plano com o Nacional, Loco Abreu preferiu não especular o retorno ao Brasil, atendo-se apenas à torcida pelo clube no retorno à elite.

“A gente (Loco Abreu e o presidente) quer o mesmo, o melhor para o Botafogo. Depois de tudo que aconteceu comigo no clube, eu virei o torcedor número um. Como torcedor, estou sempre acompanhando, assistindo”, declarou.

Com o acesso garantido desde a última semana, o Botafogo só depende de mais uma vitória, que pode acontecer contra o ABC, sexta-feira, no estádio Nilton Santos, para carimbar o título da Série B e coroar o retorno à elite. O técnico Ricardo Gomes, inclusive, deverá contar com os retornos do goleiro Jefferson, que serviu à seleção, do zagueiro Renan Fonseca e do meio-campista Daniel Carvalho.

Fonte: ESPN.com.br