O Botafogo optou por não renovar com jogadores mais experientes e alguns emprestados que não renderam o esperado. Para 2019, o Alvinegro trouxe cinco jogadores, enxugou o elenco e renovou com dois atletas importantes em 2018: Jean e Erik.

Nesta segunda parte da entrevista exclusiva com Rodrigo Pimpão, o LANCE! pergunta ao atacante e mais longevo do atual plantel, com 163 jogos pelo clube e na quinta temporada em General Severiano, se as reposições foram vantajosas para a equipe de Zé Ricardo.

– Pelo que analisamos e verificamos, foram contratações pontuais. Pelos que saíram, até pela necessidade que o Zé gosta, estilo que ele e o Botafogo gostam, levando em conta a dificuldade que o clube tem financeiramente, vai buscar o melhor quanto a um bom custo-benefício.

Também a pedido do L!, Pimpão destrinchou cada um dos cinco reforços para a temporada, baseado, sobretudo, no dia a dia dos preparativos da atual pré-temporada, cujo local é o próprio Estádio Nilton Santos. Confira, abaixo, as opiniões de Rodrigo Pimpão:

DIEGO CAVALIERI

O Diego Cavalieri dispensa comentários de tudo que já passou pela carreira e a experiência que traz. Nos poucos treinos que tivemos com ele, o estilo de jogo dele, a vontade que tem de treinar as defesas que faz, vai nos ajudar muito. Com a saída do Jefferson, um ídolo, ele chega para suprir, sabendo que são estilos diferentes, sabendo que ele tem muito a nos ajudar.

GUSTAVO FERRAREIS

Atacante de ponta, boa capacidade de finalizações, rápido. Pelos treinos, vimos que temos uma boa chegada pelo lado esquerdo, puxando a bola para dentro, bons dribles, vai somar muito também.

ALAN SANTOS

Jogador que vem há um tempo parado, de outro ritmo, outro país, joguei lá um período e sei como é muito diferente. Ainda vai ter um tempo de adaptação, de confiança. Sua qualidade dispensa comentários, joga de cabeça erguida, já pudemos notar nos treinos e isso faz a diferença, no último passe, na última bola. Vai nos ajudar muito nas saídas de bola, suprindo as saídas de Matheus Fernandes e Rodrigo Lindoso. 

ALEX SANTANA

Jogamos contra, tivemos pouco treinamentos ainda, com qualidade. Por isso que ele passou duas vezes no corredor, não foi só uma vez, foram duas. Precisou pagar em dobro, foi castigado pelo Jefferson. Ainda veremos mais nos treinamentos, mas sem dúvida nos ajudará na temporada. Tem uma boa finalização de fora da área e um bom porte físico, e com boa capacidade na marcação.

GABRIEL

É um zagueiro experiente, apesar da pouca idade. É o que eu falei às vezes para os garotos aqui do Botafogo. É bom sair do clube para pegar experiência em outro clube, sair de onde está, de seu habitat, zona de conforto. Gabriel é veloz, grande jogador, também nos ajudará muito na saída de bola, tem bom passe. Pode se encaixar muito bem na nossa equipe, dentro do que o Zé pede.

Fonte: Terra