A torcida do Botafogo não está nem um pouco feliz com algumas medidas que a diretoria do clube andou tomando. O estopim foi a marcação uma reunião extraordinária do Conselho Deliberativo para que os conselheiros votem a antecipação de receitas da cota de televisão para que os salários sejam pagos, sem atrasos. Por causa disso, a torcida marcou um protesto, nesta quarta, às 18h, em General Severiano, mesmo horário da reunião. A hashtag #OcupaGeneral ficou no trending toppics — assunto mais discutido do dia — do Twitter Brasil durante boa parte da tarde. E chegou a ser o assunto mais comentando.

A ideia é que o protesto seja pacifico. Nenhuma torcida organizada assumiu a autoria do ato. Aparentemente o plano foi lançado nas redes sociais e comprado pelos botafoguenses, que estão insatisfeitos com as medidas.

A diretoria está com dificuldades de obter receitas e começa a se complicar para manter a folha do pagamento do futebol em dia. Alguns salários já estão atrasados. Em uma tentativa de não dever aos funcionários, o conselho vai votar, em caráter de emergência, se pede ou não para que direitos de TV sejam antecipados.

Para amenizar toda essa situação financeira, o Botafogo pode ter que vender alguns jogadores. A diretoria afirma que isso não deve acontecer agora, mas entre os nomes que podem deixar o clube estão Igor Rabello e Matheus Fernandes. O clube já foi sondando por times europeus. Outro nome forte no mercado é do goleiro paraguaio Gatito Fernandez. No entanto, nada disso está perto de se definir e terminar em venda. Ou lucro necessário para o clube.

Fonte: Extra Online