Oswaldo brinca com lance duvidoso: ‘Para o Bota, nunca é claro’

Compartilhe:

O Botafogo já vencia por 2 a 1 quando Seedorf, aos 30 minutos do segundo tempo, tabelou com Rafael Marques pela ponta direita. O atacante se livrou da marcação e mandou na área. A bola viajou até cair no pé esquerdo de Julio Cesar, que emendou a pancada. Egídio voou sobre a linha final e cortou justamente no momento em que o chute viraria gol. Dúvida geral: entrou ou não?

Para a arbitragem, não entrou; para Oswaldo de Oliveira, talvez tenha entrado, sim. Na coletiva pós-jogo, ao ser avisado por repórteres que sequer as imagens de televisão eram claras, o treinador brincou com a situação.

– Pois é. Para o Botafogo, nunca é claro.

Oswaldo gostou do time. Admitiu que o Cruzeiro gerou dificuldades, mas ficou satisfeito com o desempenho de sua equipe, especialmente no segundo tempo.

– No primeiro tempo, estava difícil de evoluir. Em uma roubada de bola na saída do adversário, uma característica nossa, conseguimos chegar ao gol. Mas o Cruzeiro estava encaixado. No segundo tempo, ganhamos confiança, crescemos tecnicamente e chegamos ao segundo gol. Poderíamos ter chegado ao terceiro. Não sei se chegamos. Teve aquela bola…

Oswaldo de Oliveira, Botafogo x Cruzeiro (Foto: Luciano Belford/Agência Estado)Oswaldo de Oliveira gostou do segundo tempo do Botafogo (Foto: Luciano Belford/Agência Estado)

O treinador entende que o Botafogo foi bastante estudado pelo Cruzeiro. Ele observou que o jogo deste sábado diferiu dos anteriores, contra Corinthians e Santos, já que desta vez a equipe alvinegra cresceu no segundo tempo.

– Os outros dois também foram dificílimos. A gente está vendo que todos os adversários se observam entre si. O Cruzeiro veio de forma muito inteligente, tentando bloquear nosso time. Nos outros dois jogos, dominamos amplamente e abrimos o placar. Hoje aconteceu o contrário. O Cruzeiro veio muito bem para o jogo, muito bem organizado, e conseguiu, de certa forma, neutralizar nossas principais opções ofensivas – comentou.

O Botafogo volta a campo na próxima quarta-feira. Às 22h, enfrenta o Bahia no estádio Batistão, no Sergipe.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários