Oswaldo lamenta Engenhão fechado e pede gramado bom

Compartilhe:

A interdição do Engenhão por 18 meses pegou o técnico Oswaldo de Oliveira de surpresa. Incorfomado pelo longo tempo que não poderá utilizar o estádio, o comandante alvinegro lamenta estar sem uma casa para mandar as partidas. Precavido, o comandante sabe que a questão será um grande transtorno para o clube.

– Estava vindo para cá (Engenhão) e ouvi no rádio. Não sabia em números. É lamentável, é isso que posso dizer.  Um estádio com cinco anos de idade passar uma interrupção tão longa. Não há como negar que isso interfere no nosso planejamento, mas temos de nos adaptar novamente. Vamos fazer tudo para conseguir, para que a equipe siga jogando bem, mesmo fora do nosso habitat. Mas só podemos lamentar.

Oswaldo também não mostrou preferência de estádio para jogar no de agora em diante. De acordo com o técnico, o importate é que o gramado esteja em boas condições.

– Onde o campo for melhor, quero jogar. Isso é importantíssimo. Temos um time técnico, que evolui com a bola e troca passes. Quando temos de jogar com a bola longa o tempo todo, dificulta. Hoje, temos um problema e temos de jogar em bons campos. Temos a possibilidade de mostrar um bom futebol.

Fonte: Lancenet!

Comentários