Após duas temporadas na China, defendendo o Guizhou Renhe, Hyuri foi integrado ao Atlético-MG. Pelo meia-atacante, o Galo desembolsou cerca de US$ 1 milhão, aproximadamente R$ 4 milhões na época. Mas o jogador, que se destacou no Botafogo no Campeonato Brasileiro de 2013, não rendeu o que se esperava.

Hyuri estava relacionado para a partida desta quarta-feira contra a Chapecoense, válida pela terceira rodada da Primeira Liga, mas não treinou com os outros jogadores. O atleta chegou a se despedir dos colegas de clube e dos funcionários, mas não confirmou negociação.

No Atlético-MG, o jogador teve poucos momentos bons, como os jogos da Florida Cup 2016, com destaque para o gol sobre o Corinthians, que garantiu o título do torneio ao Galo. Além do gol no Colo-Colo, pela fase de grupos da Libertadores.

Segundo a Rádio Inconfidência, o provável destino do jogador é no futebol chinês e a transação precisa ser feita antes que a janela da China seja fechada, nesta quarta-feira. Caso opte por um empréstimo durante uma temporada, o Atlético-MG receberá uma compensação.

Fonte: Terra