Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 00:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Novo presidente do Senado quer tirar da inércia projeto de clube-empresa

6 comentários

Compartilhe

Rodrigo Pacheco, senador
Jefferson Rudy/Agência Senado

Eleito novo presidente do Senado na última segunda-feira, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) quer tirar da inércia o projeto do clube-empresa, fundamental para o Botafogo, por exemplo, se tornar uma S/A. A informação é do blog “Dinheiro FC”, do jornal “O Globo”.

O projeto está paralisado desde novembro de 2019, quando foi aprovado pela Câmara com a relatoria do deputado federal Pedro Paulo (DEM-RJ). Rodrigo Pacheco é autor de outro texto sobre o assunto, mas com variantes, como a criação da modalidade Sociedade Anônima do Futebol (SAF).

Rodrigo Pacheco e Pedro Paulo chegaram a conversar para que houvesse uma convergência dos dois projetos, mas a situação não andou até mesmo por conta das discussões mais importantes relacionadas à pandemia.

Para dar andamento ao assunto, Pacheco quer passar a relatoria do projeto para o senador Carlos Portinho (PL-RJ), advogado que já foi vice-presidente jurídico do Flamengo, defendeu processos do Fluminense nos tribunais desportivos e até mesmo atuou na defesa dos ex-atacantes Dodô e Jobson, punidos por doping quando atuavam no Botafogo.

– Teremos muitos assuntos a tratar. O clube-empresa é um deles, já que precisamos encontrar espaço para estimular novos investimentos – afirmou Portinho, que assumiu o mandato em novembro após a morte por Covid-19 do senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ), de quem era suplente.

Fonte: Redação FogãoNET e blog Dinheiro FC (O Globo)

Comentários