Nesta quinta-feira, o FutNet segue a série de entrevistas com atletas que irão disputar a Taça São Paulo de Juniores, que se inicia neste final de semana.

O momento agora é do atacante Renan Gorne falar sobre as expectativas do Botafogo para a competição. O Fogão terá na primeira fase como adversários, o São Bento, Linense e Sobradinho/DF. A estreia é no dia 2 de janeiro contra o time de Sorocaba/SP em Lins/SP.

O atleta de 19 anos disputará pela segunda vez esta competição e afirma que a meta é buscar o título.

“Na minha primeira, de 2015, tive boas atuações entrando sempre durante as partidas e pude marcar um gol durante a fase de grupos. Para a de 2016 estou trabalhando duro para ser o titular do ataque do Fogão. Espero ter essa oportunidade e poder agarrá-la e ajudar o máximo possível a equipe a alcançar as vitórias com gols e boas atuações, e assim, o tão sonhado título”, disse o jogador em entrevista exclusiva ao FutNet.

Confira

1) Como está a preparação do Botafogo para a Copinha e qual o objetivo na competição?

A preparação está sendo muito bem feita. A equipe está bem motivada. Estamos treinando forte pois sabemos da importância da Copinha. O Botafogo é grande e não pode ir pra essa competição e não pensar no título! Sabemos da dificuldade que vamos enfrentar, mas como eu disse, somos grande e o Botafogo sempre que entra nas competições entra pra ser campeão.

2) Na primeira fase, o Botafogo terá pela frente o São Bento, Linense e Sobradinho. O que já sabem dos rivais e como vão enfrentá-los? Botafogo favorito para ser o líder?

Não temos muitas informações sobre o nosso primeiro adversário. Mas para as outras partidas teremos algumas informações pois nossa comissão com certeza vai buscar algo útil pra passar pra gente sobre as outras equipes. E sim, com todo o respeito às outras equipes, nós somos o time grande, o ideal seria nós sermos primeiro colocado. Mas o mais importante é a classificação.

3) Por fim, como é o trabalho de Maurício Ferreira de Souza? Que tipo de treinador é?

O Mauricio é um treinador bem verdadeiro e que cobra bastante dos atletas. Com ele quem estiver treinando bem, com intensidade, inteligência e sabendo o que faz com a bola vai jogar. E não tem essa de jogador titular e reserva, quem estiver melhor joga. Não é à toa que chegamos em diversas finais nos campeonatos estaduais sendo campeões em algumas ocasiões.

Fonte: FutNet