Carlos Eduardo Pereira, fez uma revelação surpreendente, em entrevista ao Lance. Após a demissão de René Simões, em 2015, o presidente alvinegro perguntou ao então gerente de futebol, Antônio Lopes, se o mesmo assumiria o time, o gerente não pensou duas vezes antes de negar o pedido.

“Quando optamos pela saída do René Simões, eu disse ao Jair: “Preciso que você segure um abacaxi para mim, como interino”. Liguei para o Lopes e falei que não tinha ninguém. “Você vai para a boca do túnel?” Ele (já gerente de futebol do Glorioso) me pediu “tudo menos voltar”. Ali, o Ricardo Gomes foi importante” – disse Carlos Eduardo

Indagado ainda se teria alguma mágoa do antigo técnico Ricardo Gomes, já que o treinador saiu da equipe no meio do campeonato, o presidente disse que não, mas que não teria feito o mesmo que ele.

“Não teria feito o mesmo que ele fez, mas, dentro da dinâmica do futebol, o Botafogo cumpriu com o compromisso. Em um ano, ele prestou relevantes serviços ao clube. Então, bola para a frente. Foram dois meses depois de cobrirmos uma proposta do Cruzeiro, mas a sorte nos ajudou” – falou o mandatário

Fonte: Torcedores.com