Rafael Marques cita desgaste com jogos em Volta Redonda

Compartilhe:

Rafael Marques voltou a balançar a rede nesta quarta-feira, abrindo o placar da vitória do Botafogo para o Santos por 2 a 1. Mas jogar em Volta Redonda não está agradando ao atacante. Para o camisa 20 do Alvinegro, os constantes deslocamentos para a cidade após o fechamento do Engenhão estão causando desgaste ao time. E criticou a falta de informações sobre a reabertura do estádio.

– (O Raulino de Oliveira) Está dando sorte, a gente está jogando bem aqui. Lógico que a gente queria jogar em casa, no Engenhão. Mas vou até evitar falar disso. Na verdade, a gente não sabe o que acontecendo. Ninguém dá satisfação. A gente só tem a lamentar. Deixar que as pessoas que estão fora de campo procurem resolver o mais rápido possível. Até porque vir sempre para Volta Redonda, jogar fora é cansativo. Isso vai desgastar a nossa equipe. Então espero que se possa resolver isso logo, para que possamos jogar no Engenhão – afirmou em entrevista ao SporTV.

Com dois gols em dois jogos no Brasileirão, Rafael Marques ressaltou o apoio que recebeu do treinador Oswaldo de Oliveira, que o ‘bancou’ mesmo na fase difícil que enfrentou no ano passado.

– Desde que eu cheguei aqui no Botafogo, ele sempre me apoiou, até nos momentos ruins. Foi a pessoa que mais apanhou de todo mundo. Se não fosse ele, e lógico o grupo também, eu não teria dado essa volta (por cima). Mas isso é passado, agora as coisas estão começando a ir bem. Aos poucos, ir se afirmando mais na equipe do Botafogo e sair com as vitórias.

Com quatro pontos nas duas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro, o Botafogo volta a campo no próximo sábado, também em Volta Redonda, contra o Cruzeiro, às 16h20 (horário de Brasília).

Fonte: Globoesporte.com

Comentários