Com um passado invejável como jogador, Ricardo Gomes desfilou sua técnica e firmeza como zagueiro do Benfica por quatro temporadas. Ídolo no futebol português, o jornal “Record” dedicou a ele duas páginas na edição deste sábado. No espaço, o comandante alvinegro falou sobre o futuro do Botafogo e mostrou otimismo sobre a montagem do elenco para 2016.

“Já estou pensando na próxima temporada. Os jogadores estão de férias, mas eu e minha equipe estamos trabalhando. No Botafogo não se pode falar em manutenção (na Série A). É complicado. A história do Botafogo não permite isso. Mas temos de fazer um balanço e ver todas as variantes. A parte financeira do Botafogo não é das melhores em comparação com outros clubes brasileiros. Por isso temos de trabalhar com muita criatividade para encontrar os melhores lugares do campeonato. Precisamos agir com muita flexibilidade”, disse.

Ricardo Gomes fez questão de destacar a importância que o ano de 2015, que terminou com o acesso e o título da Série B, teve em sua vida pessoal. Para ele, ter voltado a trabalhar à beira do gramado foi uma vitória muito maior do que qualquer conquista dentro de campo.

“Não foi só a conquista do campeonato ou ter conseguido a subida, mas, sobretudo, foi a possibilidade de ter voltado ao trabalho como treinador. A primeira vitória tinha sido como dirigente do Vasco, mas a minha ideia era voltar como treinador. Consegui agora com o Botafogo, e isso é mais importante do que qualquer título. Estou trabalhando novamente com o que gosto”, concluiu.

Fonte: O Dia Online