Considerados importantes no esquema do técnico Ricardo Gomes, Renan Fonseca e Neílton foram mantidos, mas 17 jogadores deixaram o clube. Na remontagem do elenco, o time perdeu titulares como Navarro, Willian Arão, Daniel Carvalho e Thiago Carleto.

— Vamos trabalhar com criatividade, não há outra solução, porque não há como fazer planejamento sem dinheiro e o nosso panorama é parecido com o desse ano — disse Ricardo Gomes.

O orçamento apertado impediu a contratação de Camilo, meia da Chapecoense, clube que pediu R$ 2 milhões por 50% dos direitos do jogador. O Botafogo desistiu.

— O mercado se manifestou assim. Na montagem de um time, é preciso aproveitar as oportunidades para reforçar todos os setores — explicou Gomes.

Em menos de 20 dias, Gomes irá aprontar o time para o primeiro jogo do ano, dia 23 de janeiro, contra a Desportiva (ES) em Cariacica, durante a pré-temporada do Botafogo:

— Estou pensando o tempo todo na montagem. Vamos trabalhar muito, porque só assim teremos sucesso na temporada.

Fonte: O Globo Online