Titular no último clássico contra o Vasco e sempre entrando na Libertadores, Guilherme tem conquistado seu espaço no elenco do Botafogo. Contudo, o atacante alvinegro – que tem três assistências na temporada – ainda não voltou a balançar as redes. E a seca é longa. O último gol feito por Guilherme foi em fevereiro do ano passado, quando ainda defendia a camisa do São José-RS, contra o Grêmio – time que foi defender posteriormente – na sua Arena.

– Claro que, na nossa posição, atacante quer fazer gols. Além da minha auto-cobrança, tem a cobrança da torcida, do clube… eu estou ansioso de fazer meu primeiro gol pelo Botafogo, mas preciso manter a tranquilidade que, assim que o primeiro vier, vão sair os outros – analisou Guilherme em coletiva nesta terça.

Enquanto espera o seu sair, Guilherme viu Rodrigo Pimpão e Roger marcarem de bicicleta pelo Glorioso. No tento de Camilo, em 2016, o atacante estava no banco de reservas do Grêmio na Ilha do Governador. Com tantas inspirações, o atleta de 21 anos brincou sobre a chance do seu primeiro gol ser de bicicleta.

– Foi um gol muito bonito o do Roger. Ele estava merecendo, é um exemplo no plantel. Cara trabalhador, rodado… foi uma meia bicicleta. (risos). Eu estava no jogo do Camilo, contra o Grêmio, no ano passado. Teve o do Pimpão, o Roger… quem sabe vem a minha na próxima partida – se divertiu o atacante alvinegro.

Guilherme está emprestado ao Botafogo até o final do ano. Ele chegou ao clube em janeiro, durante a pré-temporada realizada em Domingos Martins-ES. Em oito jogos pelo Glorioso, não marcou gols, mas se destacou pelas assistências: deu duas na vitória por 2 a 1, contra o Macaé, e uma no clássico com Flamengo.

Fonte: Terra