Ainda buscando um acerto para a permanência de Luís Ricardo, o Botafogo precisou recorrer às categorias de base para começar a temporada com um lateral direito de ofício. Por isso, o jovem Marcinho foi chamado para integrar os profissionais neste início de temporada. O jogador, que mudou de posição ao longo do tempo na base, falou que ficou alguns meses sem clube após ser dispensado pelo Flamengo.

“Estive no Flamengo quando novo, fui dispensado e fiquei quatro meses parado, refletindo. Aí apareceu a oportunidade no Botafogo. Fiz o teste e passei. Fui fazendo por merecer, tive mudança de posição. Jogava no ataque, fui para o meio de campo e agora estou de lateral. Tem dado certo e hoje estou aqui”, revelou.

Marcinho destacou sua vocação ofensiva, principalmente nas finalizações. No entanto, como lateral, o jogador também aperfeiçoou os cruzamentos. Ele acredita que, com os treinos, ainda possa evoluir muito.

“Sempre gostei de chutar para o gol, de finalizar. Falta sempre foi um prazer para mim, nunca tive dificuldade na finalização. Continuei fazendo os cruzamentos, minha maior virtude quando atuava como ponta na base. No resto é o futebol, vai evoluindo aos poucos”, declarou.

O atleta ainda exaltou a chance de poder atuar ao lado do goleiro Jefferson, que atuou na Seleção Brasileira em 2015. Marcinho considera o arqueiro um exemplo pela entrega nos treinos.

“A gente olha para ele, o cara é da Seleção. Nos meus sonhos de criança falava que queria jogar com alguém da Seleção. Ver como ele é exemplo, no dia a dia, nos treinos”, finalizou.

Fonte: Gazeta Esportiva