O fim do Campeonato Brasileiro representa o início da movimentação no mercado da bola. Quanto mais cedo tudo estiver definido, melhor para o planejamento de cada clube. Nesse sentido, Botafogo e Flamengo largaram na frente de Fluminense e Vasco. O Alvinegro anunciou Montillo e deu um presente de natal antecipado para os torcedores. O Cruzmaltino, por outro lado, segue sem se reforçar até o momento.

Quem mais contratou e tem a situação mais encaminhada até agora é o Botafogo; São quatro reforços (Gatito Fernandes, João Paulo, Montillo e Roger) oficiais até o momento e elenco praticamente definido para a próxima temporada. Os próximos desafios do Alvinegro são renovar com Victor Luis, do Palmeiras, e Alemão, do Bragantino.

O gerente de futebol do Botafogo, Antônio Lopes está à frente das negociações e espera resolver os casos ainda em 2016. Mesmo com a recusa do Bragantino na primeira oferta, o Alvinegro está confiante na renovação de Alemão. Com relação a Victor Luis tudo depende do Palmeiras, que não deve dificultar.

O Flamengo vive situação semelhante, mas concretizou apenas o acerto com o lateral esquerdo Trauco até o momento. Além do peruano, o Rubro negro tem como objetivo outros três reforços. Duas dessas transações estão bem encaminhadas: o volante Rômulo e o apoiador Conca.

Nas prioridades do clube da Gávea, a maior dificuldade é um atacante de velocidade. O plano a era Vitinho, mas o CSKA-RUS cobrou caro e fez o Rubro-negro ver outras opções. O problema é que Marinho, do Vitória, também está caro e só sai mediante investimento financeiro.

Os outros dois cariocas vivem situação semelhante. Priorizaram uma reformulação na diretoria e comissão técnica e saíram atrás na corrida por reforços. O Fluminense passou por eleições e realizou uma verdadeira reformulação no departamento de futebol. Saiu o diretor executivo Jorge Macedo e entraram Marcelo Teixeira, Alexandre Torres e Fernando Veiga. O grupo fechou a contratação do técnico Abel Braga.

Somente após a chegada de Abel e a formação da nova diretoria é que o clube passou a correr atrás de reforços. Sornoza e Orejuela já haviam sido contratados pela antiga gestão. Um atacante é a principal prioridade e Barcos aparece como um dos candidatos. Além do centroavante, o Tricolor quer também volante, lateral direito, lateral esquerdo e zagueiro.

Situação semelhante a do Vasco, que passou por aperto na reta final da Série B e mudou o departamento de futebol. Anderson Barros, que estava no Vitória, chega para ser o gerente executivo, e trabalhará ao lado do vice de futebol Álvaro Miranda, filho do presidente Eurico Miranda.

O Vasco quer um reforço para cada setor do time e tem como objetivo rejuvenescer o elenco. Até agora nenhum jogador chegou, mas o clube tem negociações avançadas com alguns nomes. Eurico Miranda prometeu um presente de natal e tudo aponta para que Luis Fabiano seja tal agrado. O Cruzmaltino tem interesse em Riascos, Kelvin e Diego Souoza.

“Hoje já temos decidido o destino de todos os atletas que estão aqui. Tínhamos 35. Três saíram, outros sete sairão. Vamos contratar no mínimo cinco atletas dentro da previsão discutida com o treinador. Temos diversas negociações. E esses cinco nomes definidos. Ainda não podemos dizer quais são as negociações. O presidente anunciou um presente de Natal, e agora temos que dar o nosso jeito”, declarou Euriquinho.

Fonte: BOL