Três trens da SuperVia foram depredados e quinze janelas arrancadas por um grupo de torcedores, na noite desta quinta-feira, durante a partida entre Botafogo e Flamengo no estádio Nilton Santos, no Engenho de Dentro, Zona Norte do Rio.

Ainda de acordo com a concessionária, seis trens extras haviam sido disponibilizados para a volta do público que foi assistir à partida. Após a destruição, foi possível recuperar e fazer a reposição das janelas e o trens operam sem alteração nesta manhã. Apesar da rápida normalização, por meio de nota, a concessionária lamentou o ocorrido e informou que é recorrente que algumas composições sejam retiradas da grade e enviadas para a oficina, por conta de casos de vandalismo, após os jogos nos estádios cariocas.

Um dos casos ocorreu no último dia 23 de outubro, depois da disputa entre Flamengo e Grêmio pela Copa Libertadores, no Maracanã. Na ocasião, houve vandalismo em trens extras e vinte oito janelas foram arrancadas das composições. Além disso, uma grade de proteção da estação Oswaldo Cruz foi danificada.

A SuperVia ressaltou, ainda por meio de nota, que de acordo com o contrato de concessão, a segurança pública nos trens e estações é uma atribuição do Governo do Estado.

Fonte: Rádio Tupi