Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

X

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Campeonato Carioca

10/04/21 às 21:05 - Raulino de Oliveira

Escudo Volta Redonda
VRE

2

X

2

Escudo Botafogo
BOT

Túlio Lustosa diz que queria manter Emiliano Díaz no Botafogo: ‘Minha ideia não foi aceita’

25 comentários

Compartilhe

Emiliano Díaz e Túlio Lustosa no Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

Gerente de futebol do Botafogo, Túlio Lustosa confidenciou que sua vontade era manter Emiliano Díaz, filho e auxiliar de Ramón Díaz, no comando do clube no Campeonato Brasileiro. Emiliano comandou a equipe em três jogos, nas derrotas para Red Bull Bragantino, Fortaleza e Atlético-MG, em novembro, em virtude de uma cirurgia a qual Ramón teve de se submeter no Paraguai.

– A solução eu tinha e eu via com os jogadores empenhados em entender a maneira de jogo deles. Os cinco argentinos eram fantásticos, muito competentes. Minha solução seria rescindir com Ramón e ficar com Emiliano aqui. Eu estava presente no dia a dia do clube, mas minha ideia não foi aceita – contou Túlio ao torcedor Roberto Botafogo no Facebook.

Depois das três derrotas e alegando não poder mais esperar pela recuperação de Ramón Díaz, o Botafogo anunciou a demissão de toda a comissão técnica – formada também pelo auxiliar Osmar Ferreyra, pelo preparador físico Jorge Pidal e pelos analistas de desempenho Damián Paz e Juan Nicolás Rommannazi – e trouxe Eduardo Barroca, que não têm conseguido fazer o time reagir no Brasileiro.

– A decisão foi aquela (de demitir a comissão toda) e não tinha dúvida de que foi acertada. Não poderíamos prejudicar o clube com o risco de pagar uma rescisão muito alta e comprometer as finanças do clube. Estou aqui para defender os interesses do Botafogo – completou Túlio.

Siga o @fogaonet no Instagram:

Fonte: Redação FogãoNET e Facebook do Roberto Botafogo

Comentários