VÍDEO: Reportagem da ESPN detalha a briga de construtoras no caso Engenhão

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Em tempos de batalha contra a corrupção, a ESPN Brasil fez uma extensa reportagem sobre a situação do Estádio Nilton Santos, popularmente conhecido como Engenhão. Casa do Botafogo, o local é alvo de uma disputa jurídica entre dois consórcios por conta da interdição, em 2013, para obras de reforço estrutural.

O consórcio RDR, responsável pela construção do Engenhão, diz que a interdição foi desnecessária e que o estádio nunca apresentou qualquer risco de colapso estrutural. As obras de reforço teriam custado cerca de R$ 200 milhões – todo esse custo foi arcado pelo Consórcio Engenhão, formado pelas construtoras Odebrecht e OAS, envolvidas pela Operação Lava-Jato da Polícia Federal.

A reportagem também informa que o contrato de concessão da Prefeitura do Rio com o Botafogo pelo estádio está suspenso desde 2013, e que esses três anos serão acrescidos ao término do contrato, previsto para 2027 – ou seja, o contrato passaria a valer até 2030.

Notícias relacionadas