Quando a partida entre Botafogo e Fortaleza já estava na reta final, Eduardo Barroca acionou Yuri como a última cartada para garantir a vitória por 1 a 0, no Estádio Nilton Santos, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Estava dada a largada para a terceira passagem do jovem de 23 anos no Glorioso.

Yuri foi revelado no Botafogo e, em 2016, viveu a sua melhor fase nas categorias de base: foi campeão brasileiro sub-20 sob o comando de Eduardo Barroca, como ponta direita. Aliás, contra o Fortaleza, entrou no jogo justamente para ocupar este setor de ataque.

– Muito bom retornar e conseguir ter a chance de mostrar meu futebol. As coisas estão acontecendo naturalmente e tenho confiança no meu trabalho. Expectativas são muito boas e temos o ano todo pela frente. O elenco que estamos formando sabe das dificuldades da temporada e que todos terão chances. Precisamos estar preparados para entrar q qualquer momento – salientou Yuri, ao LANCE!.

Foram apenas cinco minutos em campo, mas a presença de Yuri expôs a confiança de Barroca no futebol da cria de General Severiano, tendo em vista que Luiz Fernando e Leo Valencia eram opções no banco, no último domingo, e foram preteridos. Já Gustavo Ferrareis, autor de dois gols nesta temporada e outro concorrente de Yuri, sequer foi relacionado.

Esta é a terceira oportunidade de Yuri dentre os profissionais do Botafogo. Em 2017, pouco depois de subir da categoria sub-20, foi emprestado para Criciúma e, posteriormente, Santa Cruz. Em 2018, esteve no elenco alvinegro, porém como opção na lateral esquerda – era o terceiro da fila, ficando atrás de Moisés e Gilson.

Assim como nos tempos de base e após retornar de empréstimo do Figueirense, onde esteve durante o Estadual deste ano, Yuri mostrou que está disposto a buscar o seu espaço com afinco, agora em sua posição. Cabe destacar ainda que, conforme o L! apurou, o Botafogo não busca um atacante pelo lado no momento. Ou seja, isso é um fator a mais para motivar o garoto.

Fonte: Terra