Vitinho, alvo do Botafogo, e seis brasileiros do Shakhtar não devem avançar com negociações neste momento

54 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Vitinho, alvo do Botafogo, e seis brasileiros do Shakhtar não devem avançar com negociações neste momento
Divulgação/Dínamo de Kiev

Um dos alvos do Botafogo na janela aberta pela Guerra da Ucrânia, o atacante Vitinho, do Dínamo de Kiev, não deve avançar em negociações nesse momento por conta de dívidas jurídicas a respeito da resolução da Fifa, informa o “UOL”.

Além de Vitinho, outros atletas na mesma situação são Dodô, Marlon, Pedrinho e David Neres, do Shakhtar Donetsk – todos agenciados de forma direta ou indireta pelo empresário Giuliano Bertolucci -, e Fernando, também do Shakhtar – representado por Nick Arcuri.

A decisão da Fifa é de que contratos de atletas estrangeiros que atuam na Ucrânia sejam suspensos até 30 de junho. Na avaliação dos advogados os empresários citados, a resolução é confusa e requer mais garantias.

Além disso, se a guerra se estender, essa decisão pode ser ampliada ou até mesmo provocar pedidos de rescisão unilateral de contrato para preservar os direitos trabalhistas, deixando os atletas livre para assinar com qualquer clube em definitivo.

A reportagem do “UOL” acrescenta que os brasileiros citados preferem aguardar propostas da Europa e dificilmente aceitaram retornar ao Brasil nesse momento. A Fifa, vale lembrar, abriu uma janela extra na Europa para que os clubes recebam atletas oriundos da Rússia e da Ucrânia neste momento.

Fonte: Redação FogãoNET e UOL

Notícias relacionadas