Apoio de diretor comercial de clube inglês, liberdade de customização e expectativa por decisão em breve: Textor fala sobre fornecedor de uniformes no Botafogo

73 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Apoio de diretor comercial de clube inglês, liberdade de customização e expectativa por decisão em breve: Textor fala sobre fornecedor de uniformes no Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

Sem fornecedor de material esportivo desde a saída da Kappa, o Botafogo chegou a negociar com a Volt, mas optou por uniforme provisório após a chegada de John Textor. O empresário americano, acionista da SAF alvinegra, tem expectativa por desfecho com um novo parceiro em breve e explicou as condições.

– Estamos perto… Temos uma pessoa, o Mike, diretor comercial de um clube inglês, que já trabalhou no Crystal Palace. Estamos buscando em primeiro lugar qualidade, buscando um bom acordo comercial. O Botafogo precisa de 30 mil peças só para suprir nossa organização, as categorias de base… Depois precisa de uma customização. É fácil dizer que você ama a Puma, mas a Puma só dá flexibilização dos modelos a grandes clubes como o Manchester City. Os torcedores podem falar que querem Nike, Adidas, mas nenhuma delas dá liberdade de desenharmos os uniformes do jeito que os torcedores querem. Acho que teremos um grande fornecedor, acho que os torcedores ficarão felizes. Algumas propostas eu já vi, espero realmente que em duas ou três semanas tenhamos uma decisão – destacou Textor, em live no canal “Fala Fogão”.

Devido ao tempo de produção, o Botafogo deve fechar 2022 ainda com o uniforme provisório, confeccionado pela WĒV.

Fonte: Redação FogãoNET e Fala Fogão

Notícias relacionadas