Botafogo faz contato para repatriar Erik, mas clube chinês não libera

190 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Erik, jogador do Changchun Yatai
Divulgação/Chinese Super Leageu

Com um leque de reforços mais “robusto”, o Botafogo tentou há alguns dias trazer de volta o atacante Erik, de 27 anos, que está atuando no Changchun Yatai (CHN). No entanto, o clube chinês avisou aos alvinegros que não vai liberá-lo.

O contato foi feito por André Mazzuco, novo diretor executivo de futebol do Glorioso, contratado por John Textor. O estafe do jogador sinalizou positivamente, mas a ideia parou quando os chineses refutaram prontamente a possibilidade.

O Changchun Yatai pagou € 2,5 milhões (R$ 16,2 milhões na época) para tirar Erik do Palmeiras, ficando com 90% dos direitos econômicos do atacante, no início do ano passado. Na última temporada chinesa, o atacante fez oito gols em 24 jogos. Seu contrato por lá vai até o fim de 2023.

Erik atuou pelo Botafogo entre 2018 e 2019, caindo nas graças da torcida com 14 gols marcados e sete assistências em 46 jogos. Depois do Fogão, foi emprestado pelo Palmeiras ao Yokohama Marinos, onde conquistou o título japonês em 2019.

Banner da loja do FogãoNET

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas