Botafogo deve fechar 2022 com uniformes provisórios, explica Mazzuco: ‘Produção de uma marca demora de cinco a seis meses’

60 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Uniformes provisórios do Botafogo | Campeonato Brasileiro 2022
Vítor Silva/Botafogo

O Botafogo não deve ter uniformes de um novo fornecedor de material esportivo neste ano. Segundo o diretor-executivo de futebol André Mazzuco, as peças provisórias confeccionados pela WĒV devem ser utilizados até o fim do Campeonato Brasileiro de 2022.

Não é possível (estrear uniforme de novo fornecedor no meio do ano) porque a produção de uma marca demora de cinco a seis meses. Acho que 2023, sim. Em 2022, a gente vai continuar (com uniforme de produção própria. O que eu estou pedindo e que eu quero demais é que tenha camisa para vender para o torcedor – afirmou André Mazzuco ao podcast “GE Botafogo”.

O Botafogo ainda busca um novo fornecedor e, para suprir a falta de material esportivo confeccionado pela Kappa – cujo contrato se encerrou no fim do ano passado -, recorreu à WĒV para utilizar um uniforme “limpo”, sem marcas. As negociações com uma nova empresa são lideradas por John Textor, acionista majoritário.

Fonte: Redação FogãoNET e podcast GE Botafogo

Notícias relacionadas